Cante sem chorar!

29.5.09

Por que é complicado?


Ah, quer saber? Eu não sei mesmo o que fazer.E daí? Ninguém sabe...A gente está acostumada a viver sozinha. Sempre.Aliás, eu me acostumei a ir ao cinema sozinha, escolher o filme que quero e a não ter ninguém de nhém-nhém-nhém no meu ouvido durante o filme. Sabe, estar sozinha é uma posição cômoda. Uma posição boa, eu diria, de certa forma.
E de repente a gente não sabe mais.Não moro mais só!Léo tá comigo.
Vejo-me de frente para o espelho, duas blusinhas na mão, os pés descalços e um ponto de interrogação na meio da minha cara no lugar onde deveria estar a maquiagem. O relógio desperta (aquele relógio que não fui eu que pôs pra despertar .) Você coloca qualquer uma das blusinhas correndo, o seu salto mais alto e tenta disfarçar o ponto de interrogação com um pouco de pó e blush (se é que isso é possivel...)
Daí em diante a coisa só tende a piorar.
À noite,chego , não sei se o beijo, se o abraço, se aperto a mão ou se digo apenas "oi, eu demorei?".Ele ficou o dia inteiro em casa,pois está de férias. Depois não sei se assisto o filme que quero, se pergunto qual ele quer assistir (correndo o risco de ficar ouvindo bang-bang a noite inteira) ou se tento entrar num acordo (o que normalmente resulta em um filme que nenhum dos dois realmente queira assistir.).
Tudo bem, ele é legal, inteligente, bonito e pergunta "como foi seu dia".Eu também, finjo ser normal melhor do que ninguém... Falo do trabalho, do último filme que entrou em cartaz, sou inteligente e bonita(e nada modesta).
Os amigos me dizem,relaxa.É assim mesmo!.Olho pra ele, e lá está, um imenso ponto de interrogação. Ele também não sabe. Se segura minha mão. Se compra alguma coisa. Se olha pro relógio ou põe as mãos no bolso. E lá vamos nós...Eu não sei, se devo ser eu mesmo. Se posso rir alto. E contar piada. E falar mal do governo. Ou se devo, fingir que é normal. Rir quando ele tentar ser engraçado. Falar baixo. E deixar ele pagar tudo (por mais que eu não goste).Ele não sabe se fala de poesias, sobre filhos ou musculação, simplesmente por que não sabe se eu vou achar lindo ou se vou rir da cara dele. Provavelmente eu riria mesmo.Tudo porque ele está perdido... e quem não está?
Tudo bem. Resolvo fingir que é normal, reações contidas, falo baixo e ando de mãos dadas com ele.Normal.
Ambos estamos cansados.Ambos estamos perdidos.Ambos estamos confusos.Assim como todas as outras pessoas que passam pela rua...
Mas,à noite,quando durmo de conchinha com ele é tão bom.É como eu sonhei.Então,por que eu complico,meu Deus!

15 comentários:

EXAGERADO disse...

Oi,linda

Pois eu te digo por quê: VCS MULHERES são todas loucas...rs
Se o homem não quer morar junto,é tachado de imaturo,galinha,aproveitador etc..
Se resolve "experimentar" vcs ficam assim....
Dormir de conchinha vcs querem,né?
bjus

R.Vinicius disse...

Oi, tudo bem?

Às vezes é uma questão de tempo, de costume, ou mesmo de medo. Porque estar sozinho é bom, faz bem, mas acostuma, e quando alguém entra para completar um nós .. é complicado, dá medo, o costume da solidão torna dificil. A gente se esforça para se completar com alguém, e o outro alguém também, mas não deveria ter esforço, deveria ser natural .. e o esforço acaba talvez sendo ruim, porque no fundo do esforço está o traço da dúvida.

Abraço,

R.Vinicius

BETH ANAND disse...

Oi,querida

Nossa...tá junto???Ah,é assim só no início...depois piora!rs
Enquanto isso aproveite e durma bastante...de conchinha é claro!

bjs

Dark Stranger Lady disse...

ai gatinha...como é difícil tomar uma posição, mas se eu fosse vc, seria vc mesma uai!!! Se não der certo é pq foi bom só enquanto durou!!!
Vai no mountain!!! Tem conto novo, meio chocante, mas é...isso aí!
Bjus lindaaaaaaaaaa!!!

Vênus disse...

Oi,amiga

Ah,dormir de conchinha é o máximo e podemos esquecer tudo o mais...calma e força na peruca,pois essa coisa de "privacidade" é bobagem...

beijos

Leandro Vitor disse...

O texto é sobre a convivência entre dois estranhos... Espero que seja apenas confusão da sua parte ou complicações ao extrema. Be happy!

Patrícia disse...

Deixa acontecer!

Marisete Zanon disse...

Oi Bonequinha...muito frio por aí??? Aqui tá de virar picolé!!! Mas ae gatinha, eu vim aqui pra perguntar o nome dessa música que tóca no teu blog, que levanta o astral de qualquer um!!!
esmaques pra ti boneca!

Marisete Zanon

Marisete Zanon disse...

E eu concordo com a Dark. Seja você mesma!!!
esmaques!

Débora disse...

Oi,amiga

Ai,que coisa boa...a gente acaba se aostumando...eu não meu acostumo é viver sozinha...adoro estar casada!!rs

bjus

Dri Viaro disse...

Tô passando pra conhecer seu blog, e desejar otima semana
bjs

aguardo sua visita :)

Bill Falcão disse...

Ah, se a vida pudesse ser apenas aquele último momento antes do adormecer...
Bjooooooo!!!!!!!!!!

Vanna disse...

Querida, olha, acho q é vc quem está complicando. Se o cara é tudo d bom, relaxa e pára e pensa se vc não está se boicotando.
Bjs, paz e bem sempre.

Jhennifer Cavassola disse...

Ahhh nãoo, essa nova cara do blog não é pra mudar ok??? ADOREII!! Lindissima!!
Fora as musicas, maravilha!

Depende, se gostar mesmo, tudo muda, tudo é aceito. Aos poucos os defeitos vão aparecendo, ai vai ficando complicado. Mas logo se resolve e um vai acostumando com o outro.

Pare de complicar então hehe

Beijos

R.Vinicius disse...

Está tudo bem? Você sumiu. Estou preocupado.

Abraço,

R.Vinicius